Publicado em: quarta-feira, 02/05/2012

Mulher é presa por levar filha de 5 anos para cabine de bronzeamento nos EUA

Existem mulheres que fazem tudo pela beleza, e não medem esforços para ficarem cada vez mais belas. E os cuidados, ou excessos, com a beleza estão tomando conta da cabeça das mulheres cada vez mais cedo. Crianças vão com as mães aos centros de estética para cuidarem das unhas, cabelos e pele. No entanto, algumas vezes estes tratamentos não são benéficos.

De acordo com a publicação do portal G1, citando a mídia dos Estados Unidos, uma mulher está sendo acusado pela justiça do país de permitir que sua filha, de apenas cinco anos, utilizasse uma câmara de bronzeamento, o que teria causado queimaduras na criança. A mulher em questão é a norte-americana Patricia Krentcil, de 44 anos.

As queimaduras da menina foram descobertas por uma enfermeira do colégio onde a Anna, a filha de Patricia, estuda. De acordo com a publicação do G1, a criança contou para a enfermeira que as queimaduras teriam sido causadas quando ela foi com a mãe a uma sessão de bronzeamento. Sabendo do caso, o colégio procurou pelas autoridades.

Caso

Patricia Krentcil, por sua vez, afirma que as acusações não são válidas. A norte-americana conta, segundo o portal, que levou a filha para lhe acompanhar na clínica, porém não autorizou que ela entrasse na câmara de bronzeamento. A mulher afirma que as queimaduras da menina foram causadas pelo Sol.

Os promotores de Essex afirmam que a norte-americana colocou a menina na cabine de bronzeamento provavelmente sem que a clínica, que teve seu nome em sigilo, tomasse conhecimento. A mulher pagou uma fiança no valor de US$ 25 mil e está respondendo seu processo em liberdade. A criança está com o pai.