Publicado em: sábado, 26/11/2011

Mulher de Nem passa noite em Delegacia da Gávea

Depois de ser presa em flagrante nesta sexta-feira, dia 25 de novembro, por associação ao tráfico de drogas, Danúbia de Souza Rangel teve de passar a noite na Delegacia da Gávea (15º DP). Danúbia é mulher do traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, mais conhecido como o Nem, e era o chefe do tráfico na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro. Ela deve ser transferida para a Polinter neste sábado.

Danúbia é conhecida como a Xerifa e foi pega pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) na tarde de ontem. De acordo com a polícia, ela foi encontrada em uma casa no interior da favela devido ao Disque-Denúncia. Danúbia estava usando um boné para cobrir os loiros cabelos e não chamar a atenção. A Xerifa teria chego à Rocinha para ver a filha naquela manhã. Danúbia foi levada para a delegacia junto com o advogado e a irmã.

Segundo o delegado titular da delegacia, Carlos Augusto Nogueira, Danúbia participava do tráfico de drogas na comunidade e por isso foi presa em flagrante. O delegado utilizou como argumentação para detê-la a “ostentação” que a Xerifa fazia dos bens comprados com o tráfico em redes sociais. Nas fotos, Danúbia aparece com jóias e mostra o carro que ganhou de presente do traficante.

Além disso, ela mora em uma casa “de alto padrão” para uma pessoa que não trabalha. De acordo com Nogueira, a mulher de Nem quis permanecer em silêncio e só daria seu testemunho em juízo. O delegado conta que existem três processos de investigação de tráfico e a Xerifa é mencionada em pelo menos um.