Publicado em: quarta-feira, 04/04/2012

Mulher de 93 anos prefere vender o carro a ter que entregá-lo para a família

Rachel Veitch, de 93 anos, mora na Flórida, Estados Unidos, e parou seu automóvel pela última vez após ter dirigido 927.000 quilômetros. Esta quilometragem é mais do que uma viagem de ida e volta para a Lua. A idosa dirigiu por 48 anos seu Mercury Comet Caliente, que comprou em fevereiro de 1964 por US$ 3.289. O carro passou pelos três casamentos da norte-americana e a 18 baterias diferentes.

Após todos esses anos ao volante, Rachel se tornou legalmente cega, no dia 9 de março, o que fez com que ela ficasse proibida de dirigir. O amor da idosa pelo automóvel é tanto, que ela está pensando em vender o carro ao invés de dar para sua família. Rachel tem medo de que seus familiares não cuidem bem do veículo. Em entrevista para a Fox News, a norte-americana disse que “eles não vão ficar com ele porque não poderiam cuidar como eu cuidei”.

Cuidados com o carro

Rachel, que possui quatro filhos, nove netos e 11 bisnetos, afirma que o seu cuidado e atenção com o carro foi o motivo pelo qual o veículo durou tanto. Na entrevista que concedeu a Fox News em 2009, ela afirma que, quando colocava gasolina no veículo, anotava quantas milhas ele conseguia percorrer com um galão e quantas ele já tinha percorrido.

O Mercury Comet Caliente de Rachel vale aproximadamente US$ 12 mil, e possui oito tubos de escapamento e três conjuntos de amortecedores. O carro sofreu somente uma batida na traseira, em 1980. O veículo deve participar de uma exposição em Wisconsin, em julho. “Nunca fui uma pessoa destrutiva, sempre cuidei muito bem de tudo, exceto de meus maridos”, brinca a norte-americana.