Publicado em: sexta-feira, 22/06/2012

Mulher de 59 anos era mantida em porão há seis meses pelo irmão

Uma mulher de 59 anos de idade estava sendo mantida presa em um porão por familiares na cidade de São Leopoldo, localizada na região metropolitana de Porto Alegre, no estado do Rio Grande do Sul. Ela foi resgatada ontem, quinta-feira, 21 de junho, pelos policiais que trabalham no primeiro DP da cidade.

Segundo as informações fornecidas por Marco Antônio de Souza, delegado do DP responsável pelo resgate da mulher, ela estava sendo mantida presa no local desde o começo do ano, ou seja, estava impedida de sair do porão há seis meses. Além disso, ela não recebia alimentação adequadamente. A polícia só descobriu o caso depois que vizinhos fizeram denúncias sobre o caso.

No porão, de acordo com as informações da polícia, o irmão da vítima a agredia diariamente. Outros integrantes da família também batiam nela no período em que ela estava sendo confinada no local, que não tinha ventilação e nem luz. Teria sido o irmão da mulher que a prendeu no porão.

Ainda de acordo com as informações do delegado que libertaram a idosa, os documentos pessoais dela não estavam sob o seu poder, mas sim na casa de outros parentes. Agora, a mulher foi levada para um asilo, onde deverá permanecer daqui para frente.

Já o irmão dela, que está sendo acusado de prender e agredir a mulher, responderá um processo por maus tratos, além de passar por uma investigação que irá conferir se ele deve ser ou não responder também pelo crime de apropriação indébita. Não se sabe ainda quais seriam os motivos que teriam levado o homem a manter a própria irmã em cárcere privado. A polícia investiga se a idosa recebia algum tipo de ajuda ou benefício do estado e se esse dinheiro estava sendo recebido pelo irmão dela.