Publicado em: sexta-feira, 23/09/2011

Motoristas do Grande ABC não aderiram ao Dia Mundial sem Carro

O Dia Mundial sem Carro, que aconteceu ontem, dia 22 de setembro, não foi bem aceito pelos motoristas do Grande ABC. De acordo com a prefeitura, aproximadamente 5% da população aderiu ao movimento. O motivo dado pelos habitantes foi a má qualidade das calçadas e a falta de qualidade nos transportes públicos.

O autônomo Johnny Roth, de 47 anos, afirmou que não há condições de chegar a tempo nos compromissos devido a falta de estrutura no transporte público. Ele disse que não seria possível sair do trabalho e levar sua filha na escola a tempo da aula.

Para o aposentado João Góes, de 87 anos, que dirige todos os dias, faltou divulgação da data. Ele aderiu ao movimento e fez suas atividades utilizando o transporte coletivo. Um grupo de dez pessoas utilizou cavalos no movimento. E outras pessoas foram na caminhada organizada pela prefeitura de Diadema.

Segundo o secretário de Meio Ambiente de Diadema, no ano que vem, o Dia Mundial sem Carro estará incluso no calendário de eventos da cidade. Ele calculou que aproximadamente 200 pessoas fizeram parte da caminhada e afirma que no próximo ano, a cidade espera, no mínimo, mil pessoas participando.