Publicado em: sexta-feira, 27/07/2012

Mortes causadas pela Gripe A na Região Sul sobem para 144

Mortes causadas pela Gripe A na Região Sul sobem para 144A região Sul do país é recorde na quantidade de mortes pelo vírus Influenza H1N1. O número já chega a 144. Ontem, dia 26, mais casos foram relatados pela Secretaria de Saúde de Santa Catarina confirmando mais dez mortes. Mas 19 delas não são de agora. Ocorreram antes do dia 19 deste mês e estavam passando por investigação. Somente uma ocorreu no dia 23. Outro óbito em função da doença também foi relatado pela Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul. Essas 11 mortes devem ser somadas com o indicador divulgado ontem pelo Ministério da Saúde, que somava 210 mortes em todo o país. Esse número agora subiu para 221. Do total de mortes na região 72 foram confirmadas em Santa Catarina, outras 47 no Rio Grande do Sul e mais 25 no estado do Paraná. No próximo dia 30, o Paraná lançará um novo relatório com dados atualizados. Esse número de 2012 equivale a 10,2% dos casos de 2009, quando morreram 2060 pessoas. Em 2009 a Organização Mundial da Saúde (OMS) havia considerado a doença como uma pandemia, mas o fim dela foi decretado em 210.

Segundo Ministério da Saúde, pico da doença foi ultrapassado

Ontem o ministério avaliou o quadro da doença e o ministro da Saúde disse que o pico da doença de 2012 já passou e ocorreu anda em junho. No entanto, ainda ontem, o ministro enfatizou a importância de os médicos receitarem o antiviral oseltamivir – o Tamiflu – para todos os pacientes com sintomas de gripe, mesmo que o exame para verificar a doença não tenha sido feito. O ministério também está mobilizando as pessoas por meio de uma campanha com cartazes com orientações de como identificar os sintomas da doença.