Publicado em: sexta-feira, 25/05/2012

Mortalidade materna no Brasil cai 21%

Foram divulgados nesta sexta-feira (25), dados de uma pesquisa a respeito da mortalidade materna. A pesquisa feita pelo Ministério da Saúde indica que houve uma redução de 21% na quantia de mortes entre 2011 e 2010. Segundo o governo, foram 1.038 óbitos de janeiro a setembro de 2011, uma queda se comparado ao mesmo período de 2010.

Morte materna acontece quando há complicações durante a gravidez ou até 42 dias após o fim da gestação. Pode ser causada por problemas de saúde como hipertensão, desprendimento prematuro da placenta ou até mesmo devido a doenças preexistentes, como problemas cardíacos, câncer e lúpus.

Ao longo de 20 anos, a mortalidade materna no país teve uma redução de 51%. Os dados mostram que de 1990 a 2010, o caso de mortes diminuiu de 141 para 68 considerando cada 100 mil bebês nascidos vivos.

De acordo com o Ministério da Saúde, a queda é reflexo do crescimento no número de mulheres que fazem o acompanhamento pré-natal. Em 2011, segundo os dados do governo, mais de 1,7 milhão de grávidas submeteram-se a pelo menos sete consultas durante o período de gestação.