Publicado em: quarta-feira, 14/09/2011

Moradores proíbem entrada de ônibus no complexo do Sauípe

Como forma de protesto, moradores de Porto de Sauípe impediram a entrada de ônibus com funcionários no Complexo Hoteleiro de Costa do Sauípe, na tarde desta terça-feira. A informação é da Polícia Rodoviária Federal. Um surto de meningite atingiu o complexo e foi confirmado no último domingo pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia.

Apesar de protestarem pacificamente, os moradores avisaram que vão fazer uma nova manifestação no próximo sábado, dia 17. No início da tarde de segunda-feira (12), os manifestantes já haviam bloqueado uma das pistas que dá acesso ao distrito onde moram e os moradores andam pelas ruas usando máscaras.

Três pessoas já morreram em decorrência da meningite, e outras quatro foram internadas com o tipo C da doença. As sete vítimas trabalhavam em dois hoteis no complexo do Sauípe. Um dos funcionários continua em estado grave, mas estável. Dois internados passam bem, mas o quarto caso continua sendo o mais complicado, apesar de estável.

Na manhã desta terça-feira, empresários responsáveis pelo Complexo do Sauípe, o secretário de saúde da Bahia Jorge Solla e o secretário de turismo Domingos Leonelli se reuniram com representantes da Vigilância Epidemiológica para discutir quais ações serão tomadas contra o surto da doença. Solla afirma que as 1800 pessoas que poderiam ter entrado em contato com a doença já foram medicados, e os casos suspeitos estão sendo monitorados. Há a possibilidade de que sejam vacinadas cerca de 12 mil pessoas ligadas ao turismo em Sauípe contra a meningite, mas não há previsão de quando as vacinas estarão disponíveis. A estratégia era pensada para ser usada antes de Copa do Mundo de Futebol de 2014.