Publicado em: quarta-feira, 04/04/2012

Moradores ficam reféns por mais de 3 horas em arrastão

Os habitantes de um edifício de 11 andares foram feitos reféns durante mais de três horas, pela manhã desta terça-feira (3), enquanto acontecia um arrastão na rua do Paraíso, localizada na zona sul da cidade de São Paulo. A quadrilha, formada por cerca de 20 assaltantes, chegou ao prédio em torno das 7h, sendo que um dos integrantes vestia o uniforme dos Correios e, no momento em que o porteiro abriu a entrada, acabou sendo rendido por mais dois assaltantes. Então um deles abriu a garagem e dois carros do grupo entraram.

De dentro dos carros saíram o resto dos integrantes da quadrilha, todos eles armados. Qualquer morador que descesse para a garagem acabava sendo rendido e era ordenado a retornar até o apartamento. De acordo com informações dos moradores, os criminosos falavam que estavam à procura de joias e dinheiro. Cada apartamento era revirado por cerca de cinco bandidos.

Quando as buscas no apartamento terminavam, os moradores eram encaminhados até o subsolo do prédio e ficavam amarrados com os outros. Idosos e crianças teriam sofrido agressões por parte do grupo, que manteve o rosto coberto e utilizavam rádio para fazerem a comunicação entre si. O chefe do grupo utilizava cinco aparelhos para comandar o bando.

Um morador que estava armado foi duramente agredido pelos bandidos e ação só teve fim em torno das 10h30. Nenhum dos moradores se feriu de forma grave. Todos os vídeos dos monitores de segurança foram levados pela quadrilha. A quantia levada pelos assaltantes ainda não foi revelada.