Publicado em: segunda-feira, 20/08/2012

Monitores da ONU terminam missão e deixam Síria

Monitores da ONU terminam missão e deixam SíriaEsta segunda feira (20) é o dia marcado para que os observadores militares da ONU deixassem Damasco, depois de uma missão pelo período de quatro meses, onde permaneceram no local para assistir os conflitos pelo poder na Síria, ao invés de trabalharem no monitoramente do cessar fogo.

Num hotel de Damasco, na manhã de hoje, sete veículos da organização mundial foram vistos abandonando o local, levando alguns membros de uma missão que chegou com 300 observadores por todo o país.

As operações haviam sido suspendidas em junho, quando os monitores, desarmados, foram alvejados. Uma grande maioria já havia saído do país, mantendo-se apenas no trabalho com a parte burocrática, aguardando um acordo político.

Na noite do último domingo foi quando expirou o mandato de missão de monitoramento, depois que os diplomatas da ONU afirmaram que não há mais condições de mantê-la no país. Todos os monitores devem abandonar a Síria até a próxima sexta feira.

A violência no país teria se intensificado depois de uma breve trégua, resultando na morte de ao menos nove mil pessoas. O cessar fogo estabelecido não chegou a ser respeitado, somando mais de 17 meses de conflito na Síria. No total, mais de 18 mil pessoas morreram e cerca de 170 mil fugiram do país em busca de paz.