Publicado em: terça-feira, 24/02/2015

Modelo deixa as passarelas para competir com basquete

A atleta Ingrid Santana Vasconcelos sempre chama atenção do público quando entra em quadra para defender o basquete do América (PE), tanto que até conquistou o título informal de musa da Liga de Basquete Feminino. Isso porque a loira tem um corpo e rosto de modelo, profissão que atuava antes de entrar de cabeça no basquete. A equipe dela está liderando a Liga de Basquete Feminino, com 13 vitórias na disputa de 15 jogos.

Ela comentou em entrevista que os torcedores estão sendo muito simpáticos, e a tratam com carinho e também muito respeito. Ela relatou ainda uma ocasião em que o público a procurou para tirar foto e a parabenizou pelo jogo, pelo seu desempenho. Apesar disso, ela conta que os elogios fazem muito bem para sua auto estima, mas lembra que existem várias outras meninas muito bonitas jogando na Liga. Ingrid é ala-pivô e tem 20 anos. A pernambucana já conquistou prêmios por sua beleza e até foi convidada para representar nas passarelas de todo país algumas grifes famosas. Até os 15 anos, ela se dedicou exclusivamente a essa carreira, mas deixou de lado pelo basquete, especialmente depois que passou a ganhar massa muscular com o esporte.Modelo deixa as passarelas para competir com basquete

Ela começou a treinar aos 12 anos, mas já desfilava desde os dois anos, porque sua mãe queria que ele assumisse uma boa postura. Ingrid conta que sempre gostou de conciliar as duas atividades, mas começou a ficar forte demais para as passarelas e precisou escolher entre o basquete e a vida de modelo. Como ela teria que abandonar o esporte e ainda perder peso, justamente quando havia sido convocada pela seleção sub-15, acabou preferindo manter a prática esportiva. Assim que tomou a decisão, mudou para São Paulo, defendendo o time do Bradesco. Foi se destacando e conquistando espaço nas seleções de base.

Em 2012 ela precisou diminuir o ritmo, grávida do filho Ian, voltando para sua terra natal. Meses mais tarde, foi convidada pelo técnico Roberto Dornelas para jogar pelo Sport Recife, garantindo o vice campeonato. Depois disso é que Ingrid seguiu para o América.