Publicado em: segunda-feira, 17/02/2014

MMA: Lyoto Machida vence Mousasi e pode disputar cinturão do UFC

MMA: Lyoto Machida vence Mousasi e pode disputar cinturão do UFCO brasileiro Lyoto Machida venceu o iraniano naturalizado holandês Gegard Mousasi na madrugada do último domingo (16), pelo UFC Fight Night, de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina. Com esse resultado, o baiano poderá disputar o cinturão dos pesos médios (até 84 kg) diante do vencedor da luta entre Vítor Belfort e o atual campeão, o norte-americano Chris Weidman, que se enfrentam no dia 24 de maio, na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos.

Em combate que favoreceu o estudo recíproco entre os oponentes e a técnica, o ex-campeão dos meio-pesados (até 93 kg) conquistou a vitória em decisão unânime dos jurados (49 a 46, 50 a 45 e 50 a 45). A luta entre Lyoto e Mousasi era a mais esperada do card principal do UFC de Jaraguá do Sul.

Aos 35 anos de idade, Lyoto chegou à sua segunda vitória na categoria dos médios do UFC. No total, são 21 triunfos em 25 combates disputados. Por outro lado, a derrota é a quarta da carreira de Mousasi, que segue sem perder por nocaute. Ao todo, são 40 lutas, com 36 vitórias acumuladas.

Vaiado pela torcida presente no ginásio, Mousasi iniciou o confronto com um chute baixo. Porém, em seguida, Lyoto desferiu um chute forte, à distância. O iraniano ainda conseguiu dar um chute nas pernas do rival, que contra-atacou com um gancho.

Já no segundo round, o brasileiro empolgou os torcedores com um chute no corpo do oponente, além de um direto no rosto. Porém, o rival acertou um cruzado e ambos trocaram fortes golpes. Lyoto estava melhor no octógono, e acertou dois chutes no rosto do adversário. Mas Mousasi reagiu com uma sequência de golpes de boxe.

Tentando reagir, Mousasi começou o terceiro round com joelhadas, mas levou um jab no rosto. A partir disso, Lyoto atacou o rival na grade, embora tenha levado depois, um cruzado certeiro. Já no quarto assalto, o brasileiro conseguiu derrubar o iraniano, que se defendeu com um overhand. Com um golpe no queixo, o baiano derrubou o adversário, que o travou.

Atleta brasileiro trava luta, administra o quinto round e vence o iraniano

Por fim, no último round, Lyoto Machida deu uma sequência de golpes e ficou em posição defensiva. No contra-golpe, Gegard Mousasi deu um jab, mas em seguida, ficou de costas para o rival, o qual ganhou tempo pela posição privilegiada e administrou o round.