Publicado em: sexta-feira, 29/08/2014

Miriam Belchior diz que o salário previsto para 2015, será de R$ 788,06

Miriam Belchior diz que o salário previsto para 2015, será de R$ 788,06Na última quinta-feira (28), a ministra de Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, anunciou que o Projeto de Lei Orçamentária criada pelo governo tem como objetivo subir o salário mínimo para R$ 788,06 a partir de 1º de janeiro de 2015. Este valor é referente à um reajuste de 8,8% nos atuais R$ 724. A ministra anunciou logo após ter entregue o projeto de Lei Orçamentária ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). O projeto deverá ser entregue ao Congresso e posteriormente, passar pela análise da Câmara e do Senado, em meio a este processo, pode sofrer alterações antes de ser aprovado. De acordo com a assessoria de Belchior, após o aumento, o impacto nas contas públicas, juntamente com o pagamento de benefícios, será de R$ 22 bilhões em 2015.

Atualmente, o valor do salário mínimo, é calculado de acordo com o percentual de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2012, mais a reposição da inflação de 2013 pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). A ministra do Planejamento destaca que, o salário mínimo previsto no Orçamento para 2014, começando a partir de janeiro de 2015, será no valor de R$788,06, e que essa é a regra que está estabelecida de valorização do salário mínimo.

Prioridades

Em abril do ano passado, o aumento estava previsto para R$ 779,79, contudo, houve um replanejamento e o valor foi acrescido. Além disso, Belchior disse que as prioridades do projeto são voltadas as áreas da saúde, educação, combate à pobreza e infraestrutura. O prazo que o Executivo tem para enviar o esclarecimento de como vai arrecadar e gastar os recursos públicos termina no dia 31 de agosto, assim como determina a lei. A ministra solicitou ao Senado, uma análise rápida da proposta na Casa, de maneira que receba sua aprovação até o final do ano, nesse caso, o prazo não precisa ser cumprido obrigatoriamente pelo Congresso Nacional.