Publicado em: sexta-feira, 13/07/2012

Ministro diz que Governo pode suspender vendas da TIM

Segundo, Paulo Bernardo, ministro das Comunicações, caso a empresa de telefonia TI não melhorar seus serviços para os consumidores, o governo poderá suspender as vendas. Essa declaração foi dada ontem pelo ministro. Para não perder as vendas a empresa deve melhorar os problemas que foram constatados pelos consumidores. No entanto, Paulo Bernardo salientou que isso só deve ocorrer em último caso e que outras formas serão buscadas ara resolver esse problema. Segundo ele, o governo não quer prejudicar nenhuma empresa. Pelo contrário, o ministério quer que a empresa venda seus serviços, no entanto é preciso que seja de qualidade e barato para os consumidores. O ministro disse que os serviços da TIM possuem reclamações em seis ou sete estados e isso necessita uma solução. Além disso, o governo precisa intervir para tratar disso, pois o ministério tem recebidos muitas reclamações e isso é de conhecimento público.

Anúncio do ministro tem impacto no valor das ações da empresa

Em função desse anúncio feito por Paulo Bernardo, as ações da empresa fecharam o dia com queda de 7,27%. Depois disso a empresa emitiu uma nota dizendo que vem seguindo todas as orientações da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) de forma rigorosa, principalmente em relação à qualidade do serviço. A nota diz ainda que a TIM vem desenvolvendo projetos para suportar o crescimento da empresa em todo o país. Uma das ações é a ampliação do acesso a rede 3G. A empresa disse que nos últimos anos foram investidos aproximadamente R$ 3 bilhões por ano no país para melhorar a infraestrutura. O governo espera que esses investimentos anunciados pela empresa passem a melhorar o serviço para que o governo não precise decretar o corte das vendas, mas que se isso for necessário, será feito.