Publicado em: sábado, 01/10/2011

Ministro da Educação defende aumento de investimentos para os próximos anos

Nesta sexta-feira (30), o ministro da Educação, Fernando Haddad, voltou a defender que o país precisar realizar mais investimento no setor da educação. Para ele, apenas a melhoria da gestão do dinheiros que é destino ao ensino não consegue atender todas as necessidades que existem.

Durante um evento que aconteceu em São Paulo no dia, o ministro participou de uma debate que tinha como tema central a educação e a competitividade. Em sua fala, Haddad comentou que o investimento que é feito por aluno todos os anos é considerado baixo. Ele ainda disse que defende que a educação receba 10% do PIB (produto Interno Bruto). Atualmente, do PIB destina-se apenas 5% para e educação.

“Eu acho que estamos melhorando a gestão dos recursos, mas temos que incrementar os investimentos. Ainda é baixo, R$ 2 mil por aluno/ ano. Todo mundo que tem condição e paga ensino privado faz um investimento maior que isso. Temos sim que aumentar o investimento por aluno e cobrar gestão”, afirmou.

Durante o debate, o ministro foi questionado sobre o nível de classificação que a educação recebe no país atualmente. Ele respondeu que considera regular, justificando que o país tem conseguindo um desempenho melhor em comparação aos anos anteriores e que está melhorando em diversos aspectos.