Publicado em: quinta-feira, 06/02/2014

Ministério Público recebe denúncia contra BBB Cássio por comentário racista

Ministério Público recebe denúncia contra BBB Cássio por comentário racistaNo Rio de Janeiro, o Ministério Público Federal, confirmou nesta última quinta feira, dia 6 de fevereiro que recebeu uma representação contra um participante do Big Brother Brasil 2014, Cássio Lannes, por conta de um comentário feito por ele, que foi considerado de teor racista. Conforme informou o Ministério Público Federal, a representação foi realizada em Brasília e mais tarde enviada ao Rio de Janeiro, porque tanto a sede da emissora Rede Globo como também a casa do Big Brother Brasil estão localizadas na capital fluminense. Ainda não foi informado pelo Ministério Público Federal quem fez a denúncia.

O brother teria realizado uma polêmica declaração ainda durantes os primeiros dias de confinamento. Cássio, que é estudante de publicidade, afirmou que teria se envolvido sexualmente com uma afrodescendente, afirmando que ela seria capaz de aguentar um órgão reprodutor masculino avantajado, porque estaria acostumada a se envolver com homens afrodescendentes, teoricamente, com um órgão reprodutor maior. Os colegas de confinamento riram da história e ele continuou, afirmando que devido a esta performance sexual, estaria até respondendo a um processo criminal, que quase o impediu de participar do programa.

Dias depois da revelação, o brother teria entretanto tomado banho de piscina pelado, ocasião em que as participantes do programa comentaram que seu órgão sexual não era tudo aquilo que ele anunciava e por isso ele acabou sendo apelidado pelos amigos como Cassinho. De acordo com o Ministério Público Federal, a representação ainda não teria sido repassada a nenhum procurador. Somente depois de uma investigação é que eles irão tomar alguma medida quanto ao caso. Neste caso, qualquer cidadão pode realizar uma denúncia no MPF.

Esta não é a primeira vez que um participante do reality show da Globo se envolve em uma polêmica como esta. Em 2012, um dos brothers chegou a ser acusado de estupro, já que teria passado a noite dentro do confinamento com outra participante, bastante alcoolizada, sem condições de se defender ou negar o envolvimento. Para evitar maiores problemas, o rapaz foi retirado da disputa pela direção.