Publicado em: terça-feira, 05/07/2011

Ministério dos Transportes: Oposição pede afastamento do ministro

Em contraponto à recomendação da presidente Dilma Rousseff (PT) que o ministro dos transportes, Alfredo Nascimento, continue no cargo para tomar frente das investigações sobre as denúncias feitas contra o seu ministério, a oposição ao governo pede pela demissão do chefe do gabinete. Senadores defenderam nesta segunda-feira (04) a necessidade de substituir o nome que comanda o setor.

De acordo com o senador Álvaro Dias (PSDB – PR), que é o líder do seu partido no Senado, o primeiro passo de afastar quatro nomes do Ministério não é suficiente para garantir a transparência necessária na atuação do Ministério dos Transportes. Para ele, o afastamento precisa ser feito até que se chegue a uma conclusão sobre o superfaturamento das denúncias em questão.

Ao lado de Dias, o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB – PE) exime a culpa de ser integralmente do governo Dilma, ao dizer que Nascimento assumiu a pasta durante a gestão do ex-presidente Luíz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo Vasconcelos, a corrupção vem desde a época de Lula e a única maneira de resolver o problema seria afastando toda a cúpula do Ministério e o próprio ministro. Na medida em que a oposição ao governo cria essa aliança, a maioria tenta pressionar a presidente para tomar a decisão que consideram ser a melhor.

Nascimento já foi oficialmente convidado a prestar depoimentos sobre as denúncias referentes ao seu ministério. O pedido foi protocolado por deputados do PR. Em nota oficial lançada pela presidente, Dilma afirma ter confiança no ministro e que, caso seja provado seu envolvimento, ele será afastado da pasta.