Publicado em: segunda-feira, 14/11/2011

Ministério da Saúde procura evitar nova epidemia de dengue

O Ministério da Saúde emitiu um novo estado de alerta para a dengue. Se o Brasil passou por uma novo surto da doença no final desde ano, deve ser a sétima vez que a dengue vira epidemia nos últimos 3 anos. Os brasileiros ja passaram por seis grandes epidemia da doenças nos anos de 1982, 1986, 1998, 2002, 2008 e 2010.

Um dos principais causadores da reprodução do mosquito transmissor, o Aedes aegypt, é a falta de saneamento básico, fazendo com que a coleta correta de lixo consiga produzir mais locais de reprodução do mosquito. Em 2010, o Ministério da Saúde contou um milhão de casos registrados da doenças.

Nos primeiro nove meses deste ano, o país havia confirmado 721.546 casos da doença, representando uma redução de 24% em relação ao mesmo período de 2012. Já os casos de óbitos decorrente da doença caíram 25%, enquanto o registro da casos graves diminuiu 40%.

Segundo a avaliação do Ministério, da Região Sudeste é a responsável pelo maior numero de casos confirmados, sendo 343.731 casos, equivalente a 47,6%. Na sequencia ficou o Nordeste, com 184.663 casos valendo 25,6% do total, o Norte com 113.638 casos equivalente a 15,7%, Centro Oeste com 44.552 casos igual a 6,2% dos casos e o Sul, que teve 34.962 vítimas, correspondendo a 4,8%. A avalição do Ministério ainda indica que o estado do Rio de Janeiro foi o responsável pelo maior numero de casos, com 21,6%, seguido de São Paulo com 15,7%, Amazonas com 8,7% e Ceará, com 8,5%.