Publicado em: segunda-feira, 23/04/2012

Ministério da Saúde oferece ao AM R$ 970 mil para atendimento a haitianos

O Ministério da Saúde autorizou uma transferência de R$ 970 mil para o estado do Amazonas. O objetivo é aumentar a capacidade de atendimento hospitalar do estado para atender os imigrantes haitianos pelo sistema público de saúde (SUS). O recurso deverá evitar uma sobrecarga no SUS.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse que com isso será possível oferecer tratamento aos imigrantes sem comprometer o bom andamento do sistema local de saúde e assim evitar que problemas sejam trazidos ao Brasil, dificultando o acesso a saúde dos próprios brasileiros.

O repasse do ministério para o estado do Amazonas será feito por meio da transferência do Fundo Nacional de Saúde (FNS), em que os ministérios repassam dinheiro direto às cidades e estados. Esse valor, conforme explicou Padilha, deverá ser entregue em seis parcelas e não todo de uma vez ao estado. Essa regra está especificada pela Portaria 763, que foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). Ela determina que serão seis parcelas e que cada uma terá o valor de R$ 161,7 mil por mês. O dinheiro deverá custear as despesas de março a agosto de 2012.

Dinheiro será usado também para tratamento odontológico e SAMU

O objetivo principal do dinheiro é a compra de remédio e a realização de exames pedidos pelos médicos. Essa proposta serve inclusive para evitar que a população haitiana traga doenças para o país. O ministro da Saúde também autorizou que este dinheiro seja utilizado para atividades hospitalares de pequeno porte, como é caso dos centros odontológicos e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).