Publicado em: quinta-feira, 09/05/2013

Mineirinho tem bom ritmo e começa com vitória em bateria no WCT do Rio

Mineirinho tem bom ritmo e começa com vitória em bateria no WCT do RioO brasileiro Adriano de Souza conseguiu manter a boa estreia que teve no Rio Pro, durante a terceira etapa do Circuito Mundial masculino de surfe (WCT). Após ser campeão no torneio de em Bells Beach, o brasileiro iniciou a disputa no Postinho, na Barra da Tijuca, com a vitória. Sem ser ameaçado, ele venceu os australianos Matt Wilkinson e Yadin Nicol para que pudesse avançar para a terceira fase da competição.

Durante a quarta-feira (8), quando a competição foi adiada, Adriano entrou na água, sofreu com o mar que estava bastante agitado, porém insistiu e após remar muito, conseguiu surfar em apenas uma onda, porém um belo tubo que conseguiu entrar foi suficiente para avançar. Durante esta quinta-feira (9), já com condições melhores, ele conseguiu compensar surfando oito ondas e conseguiu somar 12,07 (6,00 e 6,07) para que pudesse superar com facilidade a nota 7,56 de Nicol e 1,83 de Wilkinson.
Mineirinho diz que teve sorte por conseguir se adaptar com estas condições ruins, pois segundo ele está muito complicado para encontrar a onda certa, porém diz que acha que mandaram bem de iniciar o campeonato, pois o surfista você conseguir notas altas e se diz contente por ter conseguido avançar. Conforme ele é muito importante para que pegue ritmo, assim a pressão cai um pouco, porém a batalha ainda é bastante grande. Ele diz que tem que continuar focado durante as baterias para que possa manter o ritmo.

Por outro lado, quem não contou com um bom início foi o brasileiro Alejo Muniz que surfou quatro ondas durante a primeira bateria que conseguiu somar apenas 1,40 e foi para a repescagem. O americano Patrick Gudauskas ganhou a bateria com nota 11,50 e o australiano Josh Kerr passou com 10,27.