Publicado em: terça-feira, 04/06/2013

Minas Tênis Clube faz proposta para ter técnico Rubén Magnano e comandante da seleção brasileira não descarta acumular funções

Minas Tênis Clube faz proposta para ter técnico Rubén Magnano e comandante da seleção brasileira não descarta acumular funçõesEliminado da disputa das oitavas de final da edição do NBB que terminou no último sábado, o Minas Tênis Clube quer realizar um projeto ousado para que dê um salto da sua qualidade durante a próxima temporada.

A equipe de Belo Horizonte sonha em contratar o técnico Rubén Magnano, que comanda da Seleção Brasileira, porém ele não deixaria o comando da equipe que conseguiu a vaga para a Olimpíada de Londres no ano passado após vários anos fora da disputa, e sim iria unir as duas atividades. As conversas iniciaram no começo do mês passado e deverão ter sequência durante os próximos dias.

Segundo o contrato que o argentino tem atualmente junto à Confederação Brasileira de Basquete (CBB), Magnano tem que dedicar-se em tempo integral para a Seleção. Este acordo, porém, pode ter alterações, caso exista um acordo entre as duas partes.

Nesta terça-feira, Magnano tem uma reunião que está agendada com o diretor técnico Vanderlei Mazzuchini da CBB. Nos assuntos que estão em pauta há a oferta que o Minas fez. Mazzuchini diz que o técnico da seleção brasileira comentou por cima com ele e com a conversa, as coisas irão ficar mais claras. O diretor diz que os dois tem um contrato, porém, acima deste contrato fica a vontade que o treinador tem. Caso ele queira treinar o Minas ao mesmo tempo que a seleção, ele diz que não irão criar nenhum empecilho, pois o técnico já conta com bom conhecimento do basquete do Brasil. Agora se fosse o início da passagem na seleção, isto seria complicado de ser feito.

Magnano confirmou a proposta no último sábado (31) no jogo que marcou a final do NBB e afirmou que necessitava conversar com a CBB antes que viesse a dar uma resposta para o Minas. O argentino diz que a Seleção Brasileira exige bastante tempo, e diz que não pode deixar de trabalhar para ela, que é o grande foco que ele tem atualmente e diz que tudo pode ser conversado e não fechou porta alguma.

A equipe do Minas demitiu o treinador Raul Togni Filho na semana passada, mas o diretor de basquete Eduardo de Almeida Pinto, o Dadinho do Minas diz que mesmo querendo contar com Rúbens Magnano prefere a cautela no momento, até pela dificuldade que envolve a seleção brasileira.