Publicado em: sexta-feira, 16/09/2011

Minas Gerais contrata professores substitutos por conta da greve

Devido a greve dos professores da rede pública do estado de Minas Gerais, o governo decidiu nesta quinta-feira (15) que irá contratar cerca de 12 mil professores substitutos que devem atuar da 5ª a 99 série do ensino fundamenta e para o 1º e 2º ano do ensino médio. Os professores estão com as atividades paralisadas desde 8 de junho.

Em agosto passado, o governo do estado havia informado que iria fazer a contratação de 3 mil profissionais para atuar apenas no 3º ano do ensino médio. O motivo é a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) , que acontece em outubro. Antes da decisão, os pais dos estudantes entraram com um pedido na justiça para modificar a data da prova, alegando que seus filhos estavam sendo prejudicados com a greve dos professores.

Segundo o governo, com a greve o calendário escolar deste ano já foi prejudicado. Com o anuncio da contração de substitutos espera-se que sejam cumpridos os 200 dias de anos letivos e que isto não prejudica o calendário do próximo ano.

A secretaria de estado de educação informou que apenas 46 escolas estaduais estão totalmente sem aulas, corresponde a 1,4% do total de escolas no estado. As demais seguem com a paralisação parcial.