Publicado em: quarta-feira, 09/10/2013

Milan recebe punição e terá de jogar com portões fechados diante da Udinese

Milan recebe punição e terá de jogar com portões fechados diante da UdinesePor causa de insultos por parte de seus torcedores contra os fãs da Juventus, durante o duelo do último domingo (6), derrota por 3 a 2 no clássico, realizado em Turim, o Milan foi punido pela Federação Italiana de Futebol e por isso, terá de jogar com portões fechados na partida contra a Udinese, dia 19 de outubro, no Estádio San Siro, em Milão. O jogo é válido pela oitava rodada do Campeonato Italiano.

Além de entrar em campo sem o apoio de sua torcida, o Milan terá de desembolsar 50 mil euros (cerca de R$ 150 mil) para pagar multa à Federação. Indignado com o ‘castigo’ recebido pelo clube, o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, admitiu que vai pedir a anulação dessa punição à Federação Italiana de Futebol.

Bastante irritado com a situação, Galliani disse que esteve presente na Arena Juventus e ouviu vários insultos direcionados contra o atacante do Milan, Mário Balotelli, por parte da torcida do time da casa, mas nenhuma medida foi tomada. O dirigente reconhece que o racismo é um problema grave, mas justificou em entrevista publicada pela agência Reuters, dizendo que na Itália, as pessoas ‘inventam’ a discriminação regional para elas mesmas.

Dirigente do Milan acredita que não houve insultos por parte dos milanistas

O vice-presidente do Milan ainda insinuou que os supostos cantos que insultaram os torcedores da Juve não existiram, já que não foram ouvidos por nenhum canal de televisão e nem descritos pelos jornais. Galliani chegou a dizer que se auto-definir como ‘furioso’ neste momento, seria uma maneira suave de dizer como está se sentindo.

Por conta de ser uma data FIFA, o Milan não joga nesta semana e só voltará a campo no jogo contra a Udinese, pré-marcado até agora com portões fechados. Com oito pontos, o time rossonero está na 12ª colocação do Calcio.