Publicado em: quarta-feira, 18/04/2012

Metrô revoga licitação extra’ da linha 5

Foi revogada nesta terça-feira (17), pelo Metrô de São Paulo, uma concorrência internacional avaliada em R$ 325 milhões relacionada ao prolongamento da linha 5-lilás. Foi o terceiro incidente que envolve contratações que dizem respeito à obra.

A licitação que foi cancelada era para a realização de serviços “extras”, ou seja, eles não faziam parte das obras de construção em si, como por exemplo, elevadores, sistemas de ventilação e escadas rolantes. Através de uma nota, o Metrô declarou que a revogação aconteceu para “ajuste em decorrência de revisão de norma técnica”, porém não revelou que norma é essa.

Os problemas envolvendo as licitações da linha tiveram início em 2010 depois que foi revelado com antecedência quem seriam os ganhadores da concorrência principal, de R$ 4 bilhões. Essa licitação acabou virando alvo do Ministério Público Estadual devido a suspeita de fraude na concorrência. As obras foram interrompidas e liberadas dias depois. Outro problema foi a ação penal contra 14 executivos dos consórcios ganhadores das obras da linha 5, que foram acusados de formarem um cartel para lograr a licitação.