Publicado em: quinta-feira, 11/04/2013

Messi começa no banco, vê PSG marcar, entra e Barça garante vaga para as semifinais

Messi começa no banco, vê PSG marcar, entra e Barça garante vaga para as semifinaisEnquanto estava sentado no banco de reservas devido a uma lesão muscular, Lionel Messi não pôde contribuir com o Barcelona durante o jogo desta quarta-feira (10). O Paris Saint-Germain (PSG) entrou em campo de uma maneira muito ofensiva, e valorizou aquilo que estava por vir. Lucas atuou no primeiro tempo de maneira inspirada, mas foi no segundo tempo que o time da França saiu na frente em um Camp Nou lotado. O PSG só perdeu força depois da entrada do craque argentino. Após a entrada do melhor jogador do mundo, o Barcelona melhorou e conseguiu empatar a partida em 1 a 1, o suficiente para que ganhasse a vaga para as semifinais da Liga dos Campeões da UEFA.

O gol do time de Ibrahimovic, Lucas e companhia aconteceu quando eram marcados cinco minutos da etapa complementar, e foi marcado após um dos diversos contra-ataques que o PSG realizou durante a partida. Ibra fez o lançamento para Pastore, que avançou sem ter incômodos e tocou a bola na saída do goleiro Valdés da seleção espanhola. Porém, aos 26 minutos deste segundo tempo, em uma das primeiras jogadas após entrar em campo, Messi passou através de dois marcadores e encontrou David Villa presente na grande área. O atacante apenas rolou para que o atacante Pedro concluísse e selasse o resultado. Como o primeiro jogo na semana passada no Parque dos Príncipes em Paris terminou em 2 a 2, o time do espanhol Tito Vilanova conseguiu a sua classificação para as semifinais.

Esta é a sexta vez consecutiva que o Barcelona atinge às semifinais, e o time de Messi, Villa e Pedro espera agora o sorteio para saber finalmente quem encontrará na disputa das semifinais para a ida até Wembley, local da grande final no dia 25 de maio. O sorteio do confronto entre os semifinalistas será nesta sexta-feira (12), a partir das 7h (no horário de de Brasília). Fora o Barcelona, o seu maior rival Real Madrid, além dos alemães Borussia Dortmund e Bayern de Munique estão na briga pela taça do maior torneio de clubes do planeta.