Publicado em: quarta-feira, 19/10/2011

Mesmo machucada, Joanna Maranhão garante vaga em mais uma final no Pan 2011

Sentindo muitas dores e com o dedo inchado, a brasileira Joanna Maranhão competiu mais uma vez nesta quarta-feira (19) e conquistou a vaga em sua quinta final nesta edição dos Jogos Pan-Americanos, disputados em Guadalajara, no México. A nadadora participou das eliminatórias dos 200 metros borboleta e se classificou com o quarto melhor tempo para a disputa por uma medalha. A americana Kimberly Vanderberg foi a mais rápida.

A nadadora brasileira disse que tentou nadar forte, mas controlada, já que nessa modalidade, se o atleta fizer muito esforço pode cansar a respiração e a musculatura. Nas eliminatórias, segundo Joanna, ela tentou cansar apenas a musculatura e controlou a parte da respiração. Agora, ela pretende se soltar mais e nadar muito forte para tentar conseguir mais uma medalha na competição.

Na terça-feira (18), Joanna machucou o dedo indicador da mão esquerda quando chegou na terceira posição na final dos 200 metros medley. Mesmo assim, voltou à piscina mais tarde para conquistar a medalha de prata no revezamento 4×200 metros livre. Para conquistar a vaga na final, nesta quarta, ela teve que superar a dor e nadar forte.

A pernambucana afirma que o dedo está muito machucado e mais inchado do que no da anterior, mas que sua vontade de nadar é ainda maior. Após o término das competições, ela deve fazer exames para saber a gravidade da lesão. Até agora, Joanna já conquistou três medalhas. Além da prata e do bronze conquistados na terça, Joanna conseguiu outra medalha de prata no primeiro dia de competições, nos 400 metros medley.