Publicado em: sexta-feira, 25/04/2014

Mergulhadores encontram corpos das vítimas na Coreia

Mergulhadores encontram corpos das vítimas na CoreiaO naufrágio na Coreia do Sul tem chocado o mundo e deixando famílias em desespero por notícias dos passageiros da balsa. As equipes de resgate encontraram cabines com corpos no mar e estão com dificuldade de retirá-los. Até o momento, 185 mortes estão confirmadas. Ainda há 117 vítimas desaparecidas. A balsa afundou na semana passada.

Em uma das cabines que tinha capacidade para acomodar 30 pessoas, os mergulhadores encontraram 48 corpos de meninas com coletes salva vidas. As autoridades explicam que isso mostra que muitas pessoas correram para o mesmo ponto da balsa no momento do acidente. Os primeiros corpos encontrados desde o dia do acidente estava na popa do navio.

O acidente aconteceu na quarta-feira, dia 16 abriu, quando o comandante da embarcação fez uma curva que resultou na inclinação da balsa. A região que passageiros e tripulação estavam era entre a ilha turística de Jeju e a cidade de Icheon. O capitão responsável pela viagem era Lee Joon-seok. Ele tem 69 anos e está detido junto aos demais tripulantes. Há suspeita de negligência por parte de toda a equipe que não prestou os socorros da maneira correta.

Enquanto as equipes focam os trabalhos para encontrar as vítimas, há promotores para investigar a empresa dona da balsa. As investigações acontecem na casa do chefe da família chamado Yoo Byung-um, além da casa do filho dele, de um escritório e até mesmo de uma igreja que mantém ligações com a família.

Há suspeitas de que exista esquema de dinheiro na empresa Chonghaejin. Não é a primeira vez que Byung-un é investigado. Nos anos de 1990 ele ficou preso pelo período de quatro anos por crume de fraude.

Um dos passageiros da balsa, o motorista de caminhão de novem Choi Eun-su contou à imprensa que precisou tomar decisões difíceis no momento do naufrágio. Ele conta que foi uma experiência de muita agonia porque tinha que escolher se salvar ou ajudar no resgate dos estudantes que estavam sendo levados pela água do mar.