Publicado em: sábado, 23/06/2012

Mercado – Seedorf nega proposta da China e fica mais perto do Brasil

O meia holandês Clarence Seedorf negou uma proposta do Guangzhou Evergrande, da China, e indicou seu futuro pode estar mais próximo do Brasil. O jogador, ex-Milan, não aceitou uma oferta milionária feita pelos chineses, que incluiria um salário de até R$ 1,5 milhão. A equipe é a mesma em que atua o meia argentino Dario Conca, ex-Fluminense.

O que fez com que Seedorf negasse a proposta do Guangzhou foi o pedido de sua esposa brasileira, Luviana, que já afirmou que não quer que o atleta feche com equipes que não sejam da Europa ou do Brasil. Recentemente, pelo mesmo motivo, Seedorf havia rejeitado uma oferta vinda do Catar. O jogador ainda estaria na mira de um clube dos Estados Unidos.

Os indicativos são de que o jogador holandês deve vir para o futebol brasileiro, especificamente para o Botafogo. O alvinegro do Rio já havia iniciado as negociações com o jogador, mas o episódio envolvendo Ronaldinho Gaúcho – ex-colega de Seedorf no Milan – e o Flamengo deixaram o agente do jogador receoso de que o ‘Glorioso’, assim como o rubro-negro, não pudesse vir a cumprir com a promessa de pagar seus salários.

A direção botafoguense se movimentou e conseguiu junto aos investidores uma série de garantias para bancar o projeto de trazer o holandês ao clube. A iniciativa foi vista com bons olhos pelo jogador, que passou a ficar ainda mais perto de fechar com o Botafogo.

Seedorf anunciou na semana passada que não irá seguir no Milan, clube que defendeu por dez temporadas. O meia não anunciou qual seria o seu futuro e prometeu tomar uma decisão nos próximos dias. Com a esposa brasileira, Seedorf também teria a intenção de investir no Brasil, visando a Copa do Mundo. O contrato com o Botafogo teria duração de dois anos.