Publicado em: terça-feira, 21/01/2014

Mercado imobiliário no Brasil teve um aumento considerável nos últimos anos

Mercado imobiliário no BrasilUma pesquisa realizada com 54 países mostra que o valor médio dos imóveis no Brasil teve um aumento de 121,6% depois da crise do ano de 2008.

O setor imobiliário sofreu uma desvalorização no ano de 2008 e os Estados Unidos foi o precursor dessa queda. Isso fez com que todos os países ao redor do mundo tomasse medidas drásticas para resolver o problema. Um aumento sobre os preços nos imóveis residenciais foi uma das medidas tomadas para combater a crise.

O levantamento foi efetuado em mais de 50 países pelo BIS (Banco de Compensações Internacionais). Essa instituição está em funcionamento e realiza o intermédio entre o os bancos centrais.

O BIS utiliza de duas referências para resolver o problema de comparações entre os mercados de todo o mundo, O valor de cada um dos negócios e também o valor do metro quadrado.

Cada mês é calculado pelo Banco Central o Índice de Valores de Garantia de Imóveis Residenciais Financiados. As regiões metropolitanas avaliadas são Salvador, Belo Horizonte, Porto Alegre, São Paulo e Recife.

A maior alta que ocorreu no mercado foi entre 2008 e no começo de 2011, mas nos três meses seguintes houve uma desaceleração por volta de 15%. No ano passado, porém houve uma queda de 9%.

O setor imobiliário está passando por uma fase de ajustamento que está se alinhando com a elevação da economia, podendo ser positiva e elevando sustentabilidade do setor. Mas após essa “euforia”, obviamente poderá ter algumas opções em outros países mais atrativas, talvez Turquia ou Dubai.

Segundo Liam Bailey, que trabalha na área de pesquisa internacional da Knight Frank, a maior imobiliária independente do mundo, o Brasil é considerado também por ter bons negócios ainda mais no Rio de Janeiro e São Paulo.