Publicado em: terça-feira, 22/04/2014

Mercado financeiro projeta inflação acima do previsto em 2014

Mercado financeiro projeta inflação acima do previsto em 2014As previsões para 2014 não estão satisfatórias, de acordo com alguns economistas experts em mercado financeiro, a inflação em 2014 deverá ultrapassar o teto previsto pelo Banco Central, cujo percentual é de 6,5%.

Os números têm como base os dados divulgados pelo Banco Central e indicam que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), superou a meta do Governo Federal e os números que antes eram de 6,47% foram para 6,51%.

A pesquisa é uma coleta de dado com mais de 100 instituições ligadas ao mercado financeiro e são estes números que norteiam a economia. Não é a primeira vez que houve um aumento na previsão da inflação e sim a sétima. Há uma margem de dois pontos percentuais, que podem oscilar para mais ou para menos, tento como a meta oficial de 4,5%, valor que pode varias de 2,5 a 6,5%

No começo do ano passado, especialistas foram mais otimistas e previram que o IPCA de 2014 deveria fechar em 5,5%, meta que subiu para 5,97% no mês de dezembro. No início do ano a expectativa era de que o valor subisse um pouco mais e agora irá superar o valor máximo proposto pelo governo federal.

Na última vez em que isso aconteceu, a justificativa do Governo Federal era de que o valor ultrapassou a meta devido ao excesso de chuva e seca em algumas regiões do país e isso afetou diretamente a economia brasileira.

Sobre a taxa de juros, especialistas alertam que esta não será a última vez que os números serão elevados. No caso do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, a previsão dos especialistas recuou de 1,65% para 1,63%. A previsão continua sendo abaixo dos 2,5% esperados pelo Governo Federal e menor que a previsão do Banco Central (2%).