Publicado em: quinta-feira, 06/09/2012

Mensalão – Réus do Banco Rural são condenados

Mensalão - Réus do Banco Rural são condenadosSeis, dos atuais dez ministros do Supremo Tribunal Federal, votaram a favor de condenar Kátia Rabello, que é ex-presidente do Banco Rural, e José Roberto Salgado, ex-vice-presidente operacional do banco, pelos crimes de gestão fraudulenta de instituição financeira, no julgamento do caso que ficou conhecido nacionalmente como mensalão. Votaram a favor da condenação dos dois o relator, Joaquim Barbosa, o revisor, Ricardo Lewandowski, e também os ministros Rosa Weber, Luiz Fux, Dias Toffoli e Cármem Lúcia.

Até esse momento, cinco ministros votaram para absolver Ayanna Tenório, que é ex-vice-presidente do banco, contrariando o voto do relator Joaquim Barbosa. Vinícius Samarane, ex-diretor estatutário e atual vice-presidente do Banco Rural, que foi condenado por cinco votantes, apenas Lewandowski o absolveu.

Para a Procuradoria Geral da República, que é o órgão autor da denúncia, o Banco Rural teria disponibilizado R$ 3 milhões para o PT e outros R$ 29 milhões para as três agências do empresário Marcos Valério, por meio de empréstimos de maneira fraudulenta, que financiavam o “valerioduto”, que foi usado para comprar o apoio dos parlamentares que eram aliados ao primeiro governo Lula. Os quatro dirigentes do Banco estão sendo acusados dos crimes de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, bem como por gestão fraudulenta de instituição financeira e também de evasão de divisas, exceto Ayanna Tenório, que está sendo acusada apenas dos três primeiros delitos. Neste andamento da votação, os ministros apenas votaram no que está dizendo respeito à gestão fraudulenta, deixando para votarem em outro item a análise sobre os demais crimes. A ministra Cármen Lúcia, que foi a última que votou ontem (5), apresentou seu voto em referentes 15 minutos. Quando justificou sua decisão, a ministra declarou que os empréstimos para o PT e também para as agências de Valério não eram verdadeiros, não importando a finalidade destes.