Publicado em: sexta-feira, 30/05/2014

‘Mensalão está completamente superado’, diz Joaquim Barbosa após o anuncio de sua saída do STF

‘Mensalão está completamente superado’, diz Joaquim Barbosa após o anuncio de sua saída do STFNessa quinta-feira (29), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, falou com a imprensa após fazer o anuncio de sua aposentadoria em junho. Ele disse que o assunto mensalão está “completamente superado” e que sua decisão de deixar o tribunal foi por “livre arbítrio”. Quando questionado sobre como ficará o processo e os recursos que ainda estão pendentes de condenados no julgamento do mensalão no PT, Joaquim Barbosa declara: “Esse assunto está completamente superado.

Sai da minha vida a ação penal 470 e espero que saia da vida de vocês. Chega desse assunto.” E reafirmou que sua decisão foi motivada pelo ‘livre arbítrio’. Barbosa deixou a sessão ainda pela metade, deixando a presidência na responsabilidade do ministro Ricardo Lewandowski, também conversou com jornalistas por alguns minutos no plenário. Durante a rápida conversa, ele contou que já havia dito publicamente que não ficaria até o final de seu mandato, sair antes já estava em seus planos. Com 59 anos, ele irá deixar o cargo de ministro e a presidência do STF.

Planos imediatos

De Acordo com as regras do tribunal, se não fosse pelo ‘livre arbítrio’ como ele mesmo disse, o ministro só poderia deixar o Supremo quando completasse 70 anos de idade, regra estabelecida no qual os ministros são obrigados a se aposentarem. “Eu, desde a minha sabatina, talvez vocês não se lembrem, eu deixei muito claro que não tinha intenção de ficar a vida toda aqui no Supremo Tribunal Federal.

A minha concepção da vida pública é pautada pelo princípio republicano. Acho que os cargos devem ser ocupados por um determinado prazo e depois deve se dar oportunidade a outras pessoas. E eu já estou há 11 anos”, ressalta. Barbosa disse ainda que não teve nenhum tipo de decepção em todo o tempo que ficou na Corte, e informa que tem ‘planos imediatos’ para o momento. “Meus planos mais imediatos são dois. Primeiro, ver a Copa do Mundo em Brasília e o segundo plano é descansar”, conclui.