Publicado em: sábado, 22/09/2012

Mensalão – Dilma responde sobre o fato de ter sido citada no julgamento do Mensalão

Mensalão – Dilma responde sobre o fato de ter sido citada no julgamento do MensalãoA presidenta do Brasil, Dilma Rousseff divulgou nota ontem (21) respondendo à citação de seu nome que foi feita pelo relator do mensalão, Joaquim Barbosa, que mencionou o depoimento que foi dado por ela durante o processo.

Nesta quinta-feira, durante a sessão do julgamento em que Barbosa analisava o crime de corrupção passiva pelos integrantes da base aliada do governo Lula, o magistrado usou o depoimento da presidenta como indício que indicava que os acusados teriam recebido, de fato, dinheiro em troca de apoio político. O relator fez menção á fala de Dilma, gravada em um depoimento em 2009, quando ainda era Ministra-Chefe da Casa Civil, em que relatou estar “surpresa” com a aprovação, no ano de 2003, de algumas medidas provisórias que teriam a intenção de criar um marco regulatório apenas no setor de energia.

Na época em que foi aprovado,Dilma era a ministra de Minas e Energia. Tal medida provisória de marco regulatório teria levado três meses para que conseguisse ser aprovada na Câmara.

Na nota de ontem, Dilma tentou explicar o uso do termo “surpresa”. Ela respondeu que o termo utilizado por ela não foi diretamente relacionada ás medidas provisórias, e sim ao fato de que as medidas teriam sido aprovadas em um curto espaço de tempo, com o apoio até de parlamentares da oposição. Na nota, Dilma relembra o apagão elétrico que ocorreu no governo FHC e ainda conta detalhes de como decorreu o projeto.