Publicado em: terça-feira, 29/05/2012

Menor suspeito em divulgar fotos de Carolina Dieckmann é detido

Na segunda feira (28), o menor de idade, suspeito pela invasão de sites de órgãos públicos, foi apreendido pela polícia de São Paulo. A investigação aponta que ele teria publicado as tão polêmicas fotos de Carolina Dieckmann, depois de terem sido roubadas por outras pessoas.

As provas da autoria do crime estavam em quatro computadores apreendidos e apostilas que orientavam quanto o crime de fraudes eletrônicas. De acordo com a polícia, o jovem tem 17 anos e atua como professor de informática, na área metropolitana de São Paulo, em Carapicuíba.

Faz apenas duas semanas que ele invadiu os sites da Companhia de Saneamento Ambiental de São Paulo e o da prefeitura do município, onde acessou informações sigilosas e publicou, nos dois endereços, as fotos íntimas da atriz. As fotos já haviam sido roubadas por outro indivíduo e publicadas na internet no começo do mês.

Investigação

Foi possível que a polícia chegasse ao responsável pelas invasões pelo fato de ele ter deixado nos sites que entrou uma assinatura eletrônica em código. Os investigadores precisaram de apenas 24 horas para decifrar a assinatura. Depois que os mandados de busca e apreensão foram cumpridos, novas provas indicando que o indivíduo tinha cúmplices e praticava outros crimes surgiram.

De acordo com o delegado, o jovem atuava com dois adolescentes que vivam em outros estados, mas os nomes não foram divulgados. Além das fotos, eles teriam ainda clonado páginas de ao menos um banco e outras duas empresas de cartão de crédito para conseguir acessar às senhas dos clientes. Recentemente, um dos envolvidos no esquema adquiriu nove computadores portáteis.

Depois de prestar depoimento e responder por ato infracional na Vara da Infância e da Juventude, o menor de idade deve voltar para a casa dos pais. Caso seja considerado responsável pelas invasões, ele pode precisar cumprir medida-sócio educativa em uma instituição.