Publicado em: segunda-feira, 11/08/2014

Menino que teve braço amputado por conta do ataque de um tigre declara que o pai não teve culpa do acidente

Menino que teve braço amputado por conta do ataque de um tigre declara que o pai não teve culpa do acidenteO menino que teve o braço amputado por causa de um ataque de um tigre no zoológico de Cascavel, declarou que seu pai não teve culpa pelo incidente, ele declarou que seu pai não tinha noção do que poderia realmente acontecer.

Vrajamany estava com seu pai no zoológico e ultrapassou a barreira de segurança instalada no local e chegou bem próximo a jaula onde o animal estava, no momento em que teve essa atitude o menino ignorou os avisos dados elo seu pai, que estava próximo dali com o filho mais novo no colo.

O menino relata que não sentiu medo e nem ter tido noção do perigo que corria ao ultrapassar a barreira de segurança, segundo sua declaração, ele se pendurou na grade e ainda deu ossos de frango para o leão e também para o tigre que estavam na mesma jaula, Vrajamany sofreu o ataque no momento em que colocou o seu braço no interior da jaula, ele conta que no momento em que estava sendo levado para o hospital ele já havia percebido que perderia seu braço e conta que ainda no local ficou entristecido ao perceber a gravidade do ferimento.

O menino vive com a mãe e o padrasto em São Paulo, em sua casa residem também dois cães, o menino permaneceu internado por uma semana após o acidente e no último dia 6 ele pode retornar para casa, o pai de Vrajamany mora no Paraná, como o menino é destro agora ele está aprendendo a escrever com a mão esquerda e declarou que o incidente já passou e que ele não pretende permanecer focado no que aconteceu.

Segundo os médios que prestaram atendimento ao menino no Hospital Universitário do oeste do Paraná Vrajamany não poderá fazer o uso de uma prótese, mas o menino afirma que ainda tem esperanças e que deseja utilizar uma prótese humanoide que é semelhante a um braço e apresenta movimentos similares ao braço.