Publicado em: terça-feira, 11/06/2013

Menino de dez anos projeta avião na Grã-Bretanha

Menino de dez anos projeta avião na Grã-BretanhaO que você fazia quando tinha dez anos? Ralava os joelhos jogando bola, vôlei, brincava de boneca, vídeo-game, televisão, estudava, ou projetava aviões? Se algo parecido com a última opção foi a sua última resposta, parabéns, você também poderia ser um candidato ao menino gênio da Grã-Bretanha. Com essa idade, ele já é fã de engenharia e tem interesse na área de transportes. Segundo a associação internacional Mensa, que reúne crianças de 7 a 11 anos de idade, o prodígio é um dos pequenos com maior índice de acerto em testes de QI, com 98%.

Hugo pretende fabricar o avião quando estiver mais velho. Para a mãe, Michele Goodwill, o pequeno não freqüentou grupos de colegas superdotados porque acreditavam que o melhor era a criança crescer com pessoas comuns, fazer amizades na escola e saber conviver em sociedade. À emissora BBC, o menino afirmou que tem muitos amigos e faz piadinhas sobre os pais, dizendo que o pai é mais inteligente que a mãe.

Segundo a consultora britânica Lyn Kendall, que aparece na reportagem, diz que é comum a inteligência acima da média ser despertada na infância. Ela fala com propriedade, pois teve um filho, hoje adulto, que começou a ler sozinho na cozinha de casa, aos quatro anos de idade – antes dos pais acordarem.

Mas os outros competidores são tão fortes quanto Hugo. Entre eles, está um garoto de oito anos, ávido competidor de xadrez e outra menina que pensa mais rápido que uma calculadora, resolvendo cálculos com uma velocidade absurda.

O assunto ganhou repercussão porque a Inglaterra transmite um programa de TV chamado Child Genius, com crianças superdotadas, onde os participantes são os competidos da Mensa. O seriado mostra desafios nas famílias e mostram o dia-a-dia do relacionamento dos menores com os pais. O programa vai ao ar nesta terça-feira (11).