Publicado em: quarta-feira, 15/02/2012

Menino de cinco anos morre após ser atacado por Pitbull

Gustavo Gomes de Souza, de cinco anos, morreu nesta terça-feira (14) depois de ser atacado por um pitbull em Capão da Canoa, Rio Grande do Sul. Segundo a Polícia Civil, o menino entrou para brincar com uma amiga na casa da rua Gaspar Grizza, bairro de Santa Luzia, e foi até os fundos do local, onde o animal estava amarrado.

Quando se aproximou do cão, Tigre, a criança foi atacada na região do pescoço. Gustavo precisou ser socorrido pelos vizinhos para ser solto pelo cachorro, sendo reanimado pelo atendimento de emergência e encaminhado para o Hospital Santa Luzia em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos.

A Policia Civil abriu um inquérito para investigar as circunstâncias do ataque e identificar se houve lesão corporal culposa e negligencia. O dono do Pitbull foi levado á delegacia de Policia para prestar depoimento. Já o animal foi sacrificado, com autorização do dono.

Vizinhos já haviam reclamado do cão

A presença do pitbull causava medo nos moradores da rua. Segundo os vizinhos, era comum o cão ficar solto pela região, assustando a todos, em especial as crianças. A testemunha do ataque a Gustavo, Evanete Quadros, contou que o animal constantemente pulava o muro e rasgava os lixos da lixeira.

Maria Aparecida Negruni, prima da vítima, contou que alguns moradores da rua chegaram a fazer reclamações para o dono do cachorro, pedindo para que ele fosse retirado do local. “Muita gente foi dar queixa. Quando ele ficava na rua, todo mundo ficava assustado”, relatou. O caso gerou revolta na vizinha e policiais precisaram conter algumas pessoas que queriam invadir a casa e linchar o proprietário do cão.