Publicado em: domingo, 08/07/2012

Menina que se afogou em piscina de creche em Goiânia recebe alta da UTI

A menina de um ano e nove meses de idade que se afogou, junto com outra criança de 2 anos, na piscina de uma creche na cidade de Goiânia, Hoias, deixou nesse sábado (7) a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Criança. Agora, ela está internada em um quarto do mesmo hospital. Já o menino de dois anos que também se afogou continua internado na UTI do Instituto Goiano de Pediatria (Igope).

Em um vídeo divulgado pelos pais da garota para comemorar a saída dela da UTI, Andressa aparece brincando e sorrindo, mesmo com o soro em um dos braços.

Segundo as informações fornecidas pela Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente, as suas crianças foram para a creche como todos os dias e estavam sendo cuidados por duas monitoras, além de uma faxineira.

Elas teriam sentido falta da menina e começaram as buscas para achá-la. A criança foi encontrada dentro da piscina.

Ao socorrer a menina, uma das monitoras deixou as portas que dão acesso ao local da piscina abertas e foi aí que a segunda criança, o menino chamado Isaque, foi até o local e também caiu na piscina e se afogou. Ele foi encontrado boiando na água. A demora no resgate do menino fez com que ele ficasse em estado grave. Os dois sofreram paradas cardíacas.

O acidente aconteceu na segunda-feira, 3 de julho, na creche que está localizada na região de Serrinha e os dois foram encaminhados para hospitais da região. O Hospital onde Isaque está internado disse que não irá divulgar o boletim sobre o estado de saúde do menino a pedido da família. De acordo com as últimas informações que foram divulgadas pelos médicos do menino, Isaque tinha um edema cerebral que surgiu por conta do tempo prolongado em que ele ficou submerso na água da piscina.