Publicado em: terça-feira, 07/02/2012

Mendigo agredido por jovens presta depoimento na polícia

Nesta segunda-feira, dia 6 de janeiro, o morador de rua que foi agredido por um grupo de cinco jovens na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio de Janeiro, prestou seu depoimento à polícia. A agressão aconteceu na última quinta-feira, e o mendigo foi defendido pelo estudante Vítor Suarez Cunha, de 21 anos. Segundo as informações da 37ª DP, o morador de rua afirmou que não se lembra do que aconteceu.

De acordo com a polícia que investiga o caso, o morador de rua foi encontrado em um abrigo da Prefeitura na Ilha do Governador. O amigo de Vítor, Kléber Carlos Silva, de 20 anos, que também estava presente no momento da agressão, reconheceu o mendigo no local. O homem foi levado para prestar seu depoimento na delegacia na companhia de uma assistente social.

O estudante Vítor estava com amigos na Praia da Bica, na madrugada de quinta-feira, quando viu que um grupo de cinco rapazes estava chutando um morador de rua. O estudante foi defender o homem e também foi espancado pelos jovens. Vítor teve afundamento na testa e também na região dos olhos, além de ter vários ossos do seu rosto fraturados. No sábado, o estudante passou por uma cirurgia.

Foram implantadas no jovem oito placas de titânio, três membranas protetoras e 63 parafusos. De acordo com a equipe médica, Vitor está bem. Os suspeitos de terem cometido a agressão foram identificados pela polícia. Dos cinco jovens envolvidos na agressão, dois possuem passagem pela polícia, mas o delegado Deoclécio de Assis Filho, titular da 37ª DP, não revelou os nomes dos que tem anotações criminais.