Publicado em: sexta-feira, 24/08/2012

Membros da sociedade civil sugerem metas de sustentabilidade para prefeitos

Membros da sociedade civil sugerem metas de sustentabilidade para prefeitosCom o objetivo de dar mais atenção ao tema meio ambiente, a Rede Nossa São Paulo, juntamente com a Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis e também com o Instituto Ethos lançaram um documento ontem que tem como Metas de Sustentabilidade para os Municípios Brasileiros. O objetivo desta ação dos movimentos sociais é que o documento seja apresentado aos candidatos às eleições de 2012. A tentativa é aliar o meio ambiente com questões, como por exemplo, econômica e governança. O documento já recebeu, até agora, adesão de 550 candidatos. No total são 328 cidades que poderão relacionar essas áreas com o meio ambiente nos próximos anos. Essa iniciativa dos movimentos faz parte do Programa Cidades Sustentáveis que reúne ações feitas por organizações da sociedade civil. O objetivo de lançar o documento agora é fazer com o que o tema ganhe destaque nas eleições e faça parte da agenda de debate dos candidatos. Os movimentos querem que o assunto esteja inserido na agenda dos partidos políticos e também dos candidatos. Juntamente com a ação para o meio ambiente, os movimentos também tentam sensibilizar os eleitores a usar o assunto como critério de definir o voto. Uma opção é verificar nas propostas do candidato o que ele pretende fazer para a área ambiental durante seu governo caso ele seja eleito.

Candidatos firmam compromisso de desenvolver projeto e seguir metas

Na publicação lançada ontem pelos movimentos há uma relação extensa, como mais de 100 indicadores para diagnosticar o nível de sustentabilidade das cidades. O documento também mostra algumas metas a serem atingidas assim como sugestões de como alcançar a sustentabilidade. Os candidatos que assinam o documento se propõem a seguir o projeto de indicadores e metas, assim como de tratar do assunto sempre que possível. Ao aceitar assinar o compromisso, os candidatos se propõem a desenvolver o programa em suas cidades e a prestar contas do andamento do processo.