Publicado em: sexta-feira, 23/03/2012

Médico legista afirma que morte de Whitney Houston foi acidental

Os problemas cardíacos aliados ao uso de cocaína causaram a morte na cantora Whitney Houston. A informação foi divulgada nesta quinta-feira, dia 22, por médico legista da cidade de Los Angeles.

Whitney faleceu aos 48 anos e foi encontrada em uma banheira do hotel Beverly Hills. Craig Harvey, que é porta-voz da unidade forense, explicou que a cantora teve um ataque do coração e por isso escorregou para dentro da água. Isso porque ela já tinha problemas cardíacos que foram agravados pelo uso de cocaína.

Segundo o relatório divulgado Whitney tinha cocaína em seu organismo e a causa da morte foi considerada acidental, aliando o afogamento aos efeitos de doença do coração com o uso da droga. Com isso a hipótese de assassinado é descartada, conforme destacou o Instituto Médico Legal.

Além da cocaína, outras substancias também foram encontradas no organismo de Whitney, como ciclobenzaprina, alprazolam, difenidramina e maconha. A cantora morreu no dia 11 de fevereiro e estava na cidade para participar da cerimônia do Grammy.