Publicado em: quarta-feira, 26/11/2014

Médico italiano contaminado com ebola chega em Roma na manhã desta terça-feira

Médico italiano contaminado com ebola chega em Roma na manhã desta terça-feiraO médico italiano que contraiu o vírus do ebola, enquanto estava em um centro de tratamento para infectados pela doença, em Serra Leoa, chegou na manhã desta terça-feira a Roma, capital da Itália.

O médico chegou é o primeiro cidadão italiano a ser acometido pelo ebola, ele chegou ao Aeroporto Militar Pratica Di Mare, localizado no sul de Roma, em um avião militar, do Aeroporto ele foi levado em uma ambulância juntamente com uma escolta policial até o Instituto Lazzaro Spallanzini.

A identidade do médico foi preservada ele estava trabalhando para uma Organização Não Governamental da Itália que presta atendimento a pessoas infectadas com o vírus ebola, ele foi infectado enquanto estava prestando serviços na Serra Leoa.

O médico foi encaminhado para realização de exames que atestariam se ele estava ou não infectado com o vírus da doença, e este deu positivo, mas segundo informações da Organização ele ainda não havia apresentado sintomas muito severos da doença, isso inclui a febre, o estado geral de saúde do médico foi considerado bom.

Segundo informações da própria ONG todos os profissionais que trabalham no centro prestando atendimento aos infectados por ebola seguem todos os protocolos relativos a segurança, para evitar contágio e também uma possível propagação da doença, mas devido a situação dessas áreas em que a epidemia do ebola foi mais severa, é impossível que as medidas tomadas sejam consideradas 100% seguras.

A epidemia do ebola teve início há quase um ano e já fez mais de 5 mil vítimas fatais, segundo os dados de um balanço da Organização Mundial da Saúde, o número de casos registrados da doença ultrapassam os 15 mil e as áreas mais atingidas, onde houve maior incidência de infectados pela doença, foram Guiné, Libéria e também Serra Leoa.