Publicado em: sábado, 21/01/2012

MEC cancela exame e Enem não terá duas edições

Na noite desta sexta-feira, dia 20 de janeiro, o Ministério da Educação (MEC) anunciou que não fará duas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2012. No penúltimo dia do ministro Fernando Haddad no cargo, o órgão anunciou que a prova, que aconteceria em abril, foi cancelada devido a uma indicação de uma “empresa de gestão de risco”.

De acordo com a nota divulgada pelo ministério, a empresa Modulo Secuty informou ao órgão, “depois de ouvir todas as entidades que participam da organização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que a realização de duas edições em 2012 sobrecarregaria as estruturas lógicas do exame”.

A data do exame que acontece no segundo semestre também foi modificada pelo órgão. O Enem, que iria ser aplicado em outubro, acontecerá nos dias 3 e 4 de novembro. Haddad já tinha dado indícios de que a prova seria cancelada. De acordo com ele, devido as exigências feitas pela Justiça Federal e pelo Ministério Público, o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep) não teria condições de fazer duas provas.

O ministro Fernando Haddad também afirmou que as mudanças nos ministérios dificultariam a realização da prova do Enem em abril. Haddad irá sair da pasta do Ministério da Educação para participar das eleições para a prefeitura de São Paulo. O anúncio foi feito na semana passada.