Publicado em: terça-feira, 31/07/2012

Mato Grosso tem maior índice de eleitores que não concluíram ensino fundamental

Mato Grosso tem maior índice de eleitores que não concluíram ensino fundamentalO Supremo Tribunal Federal divulgou na manhã de hoje(31), números que conferem a norte do Mato Grosso um dos piores índices de instrução dos eleitores do país. Segundo a estatística, uma grande parte dos eleitores não conseguiu concluir o ensino fundamental. Esse índice chega a 34,1% podendo aumentar de acordo com a cidade em que ocorreu o estudo. Um exemplo é a cidade de Alta Floresta onde esse índice aumenta para 36,9% mil eleitores. Desse índice, mais de 50% representa os homens, ou seja, 18.716, e a maioria deles estão inclusos na faixa etária de 45 a 59 anos. Outros números divulgados correspondem a parcela da população que apenas lê e escreve :19.99%. Os que possuem apenas ensino médio são 18,77%. Na cidade de Sinop,49,85% dos eleitores são homens e 50,13% mulheres. Os dados da pesquisa apontam que apenas 34,54% dos eleitores possuem ensino fundamental incompleto e que 17,7% tem o ensino médio incompleto.Em Sorriso, dos 45.087 mil eleitores, 37,59% não completaram o ensino fundamental e 19,40% não conseguiu completar o ensino médio. Um dado que assusta é que apenas 5,11% das pessoas possuem ensino superior completo.

Na cidade de Lucas do Rio Verde aponta-se que 33,42% dos eleitores tem ensino fundamental incompleto contra 21,91% que concluíram pelo menos o ensino médio.A taxa de graduação sobe nesta cidade para 6,43%. Já na cidade de Nova Mutum,aonde 21.585 pessoas votam, os índices são de 33,86 % com ensino fundamental incompleto, 18,50% com médio completo e 20,80% com médio incompleto.

Esses dados representam os baixíssimos índices que educação dos brasileiros.