Publicado em: sexta-feira, 01/07/2011

Martinuccio, destaque do vice do Peñarol, pode ser o substituto de Conca no Flu

Se na noite de quinta-feira o clima era de velório no Fluminense por conta da provável saída de Darío Conca para a China, mesmo após a goleada por 3 a 0 sobre o Atlético-PR no Engenhão, o dia de sexta-feira foi de esperança nas Laranjeiras. A notícia é de que o negócio entre Flu e o meia Martinuccio, do Peñarol, voltou a esquentar, com grandes chances de acordo.

Mesmo chamando Conca de “ídolo” e “insubstituível” em coletiva, Sandro Lima, vice diretor de futebol do Fluminense, afirmou que Martinuccio está próximo, mas de que é preciso adotar a cautela. Martinuccio é argentino, assim como Conca, e também é disputado pelo Palmeiras.

O meia foi o grande destaque do Peñarol na surpreendente campanha do time de Montevidéu na Libertadores. Pertencente a um elenco fraco tecnicamente porém aguerrido, Martinuccio brilhou nas vitórias sobre Internacional, Universidad Católica-CHI e Vélez Sarsfield-ARG, antes da derrota para o Santos de Neymar na finalíssima da competição sulamericana.

Conca se encontra prestes a ser negociado com o Guangzhou Evergrande, da China, por US$ 12 milhões – cerca de R$ 18,7 milhões. O acordo deve ser concretizado pelo jogador em virtude do alto salário oferecido pelos chineses, o que é confirmado pelo técnico do tricolor carioca Abel Braga, que considera ser um dos dez maiores salários do mundo do futebol. Existem rumores de que o atleta ganhará o terceiro maior salário da profissão. O Fluminense e seus patrocinadores – Unimed e Traffic, também detentores de parte do passe do atleta – afirmaram que pouco podem fazer para segurar o craque nas Laranjeiras diante de tal oferta. A maioria dá como certa a transferência do argentino.