Publicado em: quinta-feira, 19/01/2012

Marcelinho Paraíba é indiciado por estupro

O meia-atacante Marcelinho Paraíba, do Sport Recife, foi indiciado por estupro. A delegada da Mulher, Herta de França, concluiu o inquérito, que aponta o jogador como culpado pelo crime de estupro contra a advogada Rosália Zabatos de Abreu.

O inquérito da delegacia de Campina Grande, na Paraíba, se baseia no laudo do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol), que atesta que a vítima sofreu agressões. A delegada ainda colheu depoimentos que também indicam que o jogador teria tentado violentar a advogada.

De acordo com a delegada, Marcelinho Paraíba teria agarrado e beijado Rosália a força. O laudo aponta que a advogada sofreu lesões no couro cabeludo, pescoço e lábios. O fato teria ocorrido em uma festa que o jogador promoveu em seu sítio, no dia 30 de novembro.

Os advogados do jogador afirmaram que já esperavam pelo indiciamento, mas acreditam na inocência e absolvição do jogador. Se for considerado culpado, Marcelinho Paraíba pode receber uma pena que varia de oito a 12 anos de prisão.