Publicado em: quarta-feira, 24/08/2011

Mantega volta a falar que Brasil vai “sofrer” com nova crise

Mais uma vez, nesta terça-feira (22), durante uma audiência pública da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que quando houver a redução das atividades nos outros países do globo, o Brasil será afetado.

“Não sei se vai haver recessão ou não no mundo. Mas uma coisa é certa: vai haver uma redução da atividade da economia. A tendência do mundo é deflacionar, e não inflacionar. E vai atingir o Brasil também”, declarou Mantega.

O ministro aproveitou os eu discurso para pedir uma posição mais ura da União Europeias frente à crise. “Está faltando na União Europeia uma determinação maior para solucionar os problemas. Ou deixa quebrar ou soluciona o problema, não pode ficar no meio do caminho”, apontou. Para Mantega, a solução seria a aplicado do fundo de socorro do continente. Ele indica o depósito do valor de 1 trilhão no fundo comum. Esta seria a melhor forma de recuperar a confiança dos investidores.

Na opinião do ministro, o risco crescente de recessão vem chegando nos Estados Unidos, Europa e também no Japão. Espero que não venha, mas temos de estar preparados”, disse.

Durante a reunião do comitê, Mantega aproveitou para comentar quais devem ser as possível medidas adotadas pelo governo brasileiros frente as novas politicas industrias e também de comercio exterior.