Publicado em: quarta-feira, 09/11/2011

Mantega diz que crise econômica está chegando a países emergentes

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta terça-feira, que a crise financeira está cada vez mais próxima das economias emergentes e pediu para que a Europa tome soluções rápidas em relação do problemas encontrados na Itália e na Grécia.

Para o ministro, as economias europeias estão atuando de forma tardia e estão atrasados para a elaboração de soluções e a criação de alternativas concretas para que sejam encontradas formas de combater a crise e evitar que economias mundiais começarem a se degenerar.

Durante uma coletiva de imprensa, Mantega afirmou que “só agora a Europa está resolvendo os problemas da Grécia e já enfrenta o problema da Itália”. A economia italiana está pressionando o primeiro ministro Silvio Berlusconi que já afirmou que irá renunciar do cargo.

Mantega ainda comentou que na última reunião da Cúpula do G20, que aconteceu na semana passada na França, os países que integram o Bricks (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), concorra que pressionar os países europeus para a solução efetiva da crise.

O ministro voltou a assumir a posição da presidente Dilma Rousseff, que disse ao G20 que o Brasil está pronto para contribuir com o Fundo Monetário Internacional (FMI) para a solução da crise, porém, os países europeus precisam cumprir seus compromissos antes da injeção de dinheiro para a ajuda financeira.