Publicado em: sexta-feira, 11/11/2011

Mantega diz que baixo crescimento econômico mundial não significa “década perdida”

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta quinta-feira (10), que mesmo que as economias mundiais apresentam um baixo crescimento com conta da crise internacional, o Brasil não deve ter uma “década perdida”.

“Claro que é possível que os países avançados tenham uma década perdida, mas garanto aos senhores que o Brasil não vai ter uma década perdida por que temos as condições de reagir a essa crise, de neutralizar os resultado dessa crise sobre o Brasil”, argumentou Mantega durante seu discurso no Palácio do Planalto.

Na opinião do ministro, o agravamento da crise pede que a economia brasileira se fortaleza “como um todo” para que o países conseguia ter sucesso nessa “empreitado” é necessário um trabalho realizo em junto entre o governo, especialmente com o Congresso, que pode aprovar leis e medidas que beneficiem este momento.

“É preciso que sempre estejamos tomando medidas para o fortalecimento da economia brasileira e, sobretudo, que mantenhamos uma situação fiscal sólida”, afirmou.

Mantega também avaliou que é notável que o pais está “diante de um crise de difícil solução”, principalmente por conta do número de países avanços envolvidos em problemas de dívidas. Porém, ele acredita que estas economia devem conseguiu contornar a situação. “Acho que eles vão acabar resolvendo, amenizando essa situação, mas também devemos estar preparados para que tenhamos problemas de baixo crescimento mundial ao longo de muitos anos”, disse.