Publicado em: terça-feira, 24/01/2012

Mantega afirma que Maria das Graças Foster continuará seguindo política da Petrobras

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, que também exerce a função de presidente do conselho de administração da Petrobras, garantiu, nesta segunda-feira (23), que Maria das Graças Foster irá seguir a política da empresa, dando continuidade às medidas que vinham sendo adotadas pela estatal. Maria das Graças entrará no comando da Petrobras no lugar de José Gabrielli, que deverá assumir uma secretaria estadual na Bahia.

Foster recebeu elogios do ministro em coletiva realizada depois da primeira reunião ministerial do governo Dilma este ano. O ministro da Fazenda disse que Maria das Graças, atualmente exercendo a função de diretora de Gás e Energia da Petrobras, é experiente, “é uma grande gestora” e terá o apoio do conselho de administração para seguir com a política da empresa.

Mantega também elogiou o presidente da empresa, José Gabrielli, que deixa o cargo em breve. O ministro afirmou que o trabalho do atual comandante da estatal foi excepcional e foi responsável por levar a Petrobras a outro nível, comparado ao que estava anteriormente. Mantega também desejou sorte no novo desafio político que Gabrielli deverá enfrentar, quando assumir uma secretaria no governo da Bahia, a convite do governador Jaques Wagner.

Desde o início do ano passado, quando assumiu a presidência, Dilma Rousseff sempre pensou em nomear Foster para a função. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, porém, orientou a então recém-chegada ao Palácio do Planalto para que esperasse um ano para elevar sua ex-auxiliar ao cargo de presidente da Petrobras, para um período de transição.

Foi justamente por meio da relação com Dilma que Foster conseguiu se destacar, a partir de 2003. Ela trabalhou ao lado da atual presidente no início do governo Lula, quando Dilma ainda era ministra de Minas e Energia. Depois, Foster conseguiu assumir a presidência de duas subsidiárias da Petrobras, a BR Distribuidora e a Petroquisa, até chegar ao cargo de diretora de Gás e Energia da matriz.